Menu / Editorias
Abrir / Fechar

Notícias

RJ - Rio de Janeiro

UnATI.Uerj: ANS - Modelo Assistencial Para o Idoso

Uma das grandes conquistas do século passado, a Longevidade é um fenômeno mundial e, juntamente com a queda da fecundidade, vem ocasionando um drástico envelhecimento na população do planeta. A velocidade deste processo traz uma série de questões cruciais não só para os pesquisadores da área do envelhecimento humano, mas para toda a sociedade.

Segundo o Prof. Dr. Renato Peixoto Veras – Diretor Geral da UnATI.Uerj nós somos um jovem país de cabelos brancos. Todo ano, 700 mil novos idosos são incorporados à população brasileira - a maior parte com doenças crônicas e alguns com limitações funcionais. Em menos de 40 anos, passamos de um cenário de mortalidade próprio de uma população jovem para um quadro de enfermidades complexas e onerosas, típicas da terceira idade, caracterizado por doenças crônicas e múltiplas, que perduram por anos, com exigência de cuidados constantes, medicação contínua e exames periódicos.

Não é por outra razão que a área do envelhecimento se tornou prioridade na formação de profissionais qualificados, de pesquisa e desenvolvimento de novos modelos. Cuidar adequadamente das múltiplas demandas do idoso é uma questão social, de interesse de todos, e um problema a fazer parte das agendas contemporâneas deste século. “Todos nós, profissionais da área do envelhecimento humano, sabemos da importância de se criar novos modelos assistências, mas pouco fazemos para que as necessárias mudanças ocorram”. Destaca Renato Veras.

Assim, partindo das necessidades identificadas para melhorar o cuidado com os idosos que possuem planos de saúde a Ans-Agência Nacional de Saúde Suplementar - que nos últimos anos vem buscando a mudança do modelo de prestação de serviços de saúde e a forma de remuneração no setor, para outras alternativas que tragam o usuário como centro das ações de saúde - acaba de lançar um livro, que conta com a participação de especialistas e estudiosos do tema, resultando em um conjunto de reflexõesexperiências e proposições.

objetivo principal da publicação é aprimorar o debate e orientar o melhor cuidado a essa população, atrelado à sustentabilidade do setor de saúde. Destaca ainda como é possível reorientar a atenção à saúde da população idosa e construir uma organização no setor que permita melhores resultados assistenciais e econômico-financeiros.

A grande inovação desta publicação é que ela é aberta - vem em versão online - podendo ser baixada facilmente até para um Smartphone, bastando apenas acessar o site da Ans – www.ans.gov.br. Vale a pena conferir!

Marcos Teodoro

Assessor de Comunicação Social da UnATI.Uerj

Parcerias

exemplo exemplo exemplo exemplo exemplo exemplo exemplo exemplo exemplo